Momento para refletir

Para mim, final de semana é momento para reflexão, no sentido mais profundo da palavra. Reorganizar pensamentos, meditar, respirar, deixar fluir, descansar, introspectar.

Também é momento de limpeza, faxina, não só da casa, da mente também. Fazer uma análise da semana que passou, ver o que pode ser aproveitado de bom e continuado, e aquilo que deve ser deixado para trás, eliminado, esquecido ou simplesmente à espera de uma solução a longo prazo. É mais fácil fazer isso uma vez por semana, do que deixar para fazer só no fim do ano!!!

Estou muito feliz com meus estudos espirituais, estou mais consciente de tudo a minha volta, mais aberta às mensagens do Universo, mais perceptiva à minha intuição, mais serena. Esse é o caminho, sei que é e sou verdadeiramente GRATA por tudo o que está acontecendo.

Por isso desejo a todos, de verdade, um ótimo final de semana, e que todos que estiverem seguindo ou visualizando este blog percebam seu Eu interior, percebam as mensagens do Universo e passem a viver conforme essas convicções.

Não espere que sua felicidade venha de algo externo, seja feliz agora e assim o que você deseja vira até você, com certeza!

Deixo aqui a letra da música “Amor pra recomeçar” do Barão Vermelho, porque a ouvi hoje pela manhã e me fez muito bem e sua letra é bem proposital para este momento. Bom fim de semana!!!

Saudações! Namastê! Shalom!

Amor pra recomeçar

Eu te desejo não parar tão cedo
Pois toda idade tem prazer e medo
E com os que erram feio e bastante
Que você consiga ser tolerante
Quando você ficar triste
Que seja por um dia, e não o ano inteiro
E que você descubra que rir é bom,
mas que rir de tudo é desespero

Desejo que você tenha quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor pra recomeçar
Pra recomeçar

Eu te desejo, muitos amigos
Mas que em um você possa confiar
E que tenha até inimigos
Pra você não deixar de duvidar
Quando você ficar triste
Que seja por um dia, e não o ano inteiro
E que você descubra que rir é bom,
mas que rir de tudo é desespero

Desejo que você tenha quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor pra recomeçar
Pra recomeçar

Eu desejo que você ganhe dinheiro
Pois é preciso viver também
E que você diga a ele, pelo menos uma vez,
Quem é mesmo o dono de quem.

Desejo que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor pra recomeçar
Eu desejo que você tenha quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor pra recomeçar.
Pra recomeçar.

Anúncios

Acredita de verdade, mas de verdade mesmo

Essa semana assisti ao filme “Não pare na pista” sobre a vida do escritor Paulo Coelho. Quem me conhece sabe que sou muito fã dele e já havia lido o livro sobre sua vida, “O Mago” escrito por Fernando Morais. Também já havia assistido ao documentário sobre sua vida e visto várias entrevistas dele.

O filme é interessante, filmado de forma aleatória, ou seja, não segue uma ordem cronológica de sua vida. Tem cenas intensas, músicas do Raul Seixas (outro ídolo) e boas atuações.

Mas o que queria falar é sobre a questão da fé que o escritor Paulo Coelho sempre teve, à respeito de que queria ser um escritor. No decorrer de nossas vidas sempre escutamos frases do tipo: acredita que você consegue, tenha fé que tudo dá certo, acredite em você mesmo, etc… Colocar esses conceitos na prática é muito mais difícil, porque assim como existem pessoas otimistas que nos dão força, existem muitas mais que nos desanimam, dizendo que nunca vamos conseguir, que o que queremos é muito difícil, que só os ricos conseguem, que só os bonitos conseguem, que só quem tem sorte consegue e uma série de outras bobagens que as pessoas falam para desestimular os outros. Acabamos internalizando esse pré-conceitos e mesmo que desejamos muito uma coisa e acreditamos que vamos conseguir, vez ou outra nos pegamos desacreditando, pois lá no fundo, bem lá no fundo a gente pensa da mesma forma que os pessimistas que nos rodeiam, porque nós permitimos que eles entrassem em nossa mente.

O filme mostra que mesmo diante de todas as dúvidas alheias, mesmo indo de encontro aos próprios pais que não acreditavam nele, nos amigos, namoradas, ele acreditava com toda a sua força que ia conseguir. E quando ele finalmente escreveu o livro “O diário de um mago” e levou para um editor, o mesmo lhe disse que não ia publicar “aquilo” porque ninguém ia querer ler!!! Sim, um dos maiores escritores da atualidade, um dos mais traduzidos (só perde para Shakespeare e para a Bíblia), ouviu isso no início de sua carreira, mas mesmo assim foi atrás de outra editora e publicou aquele que se tornou um dos livros mais famosos do mundo! E muitos outros ainda vieram. Ele teve sorte? Dinheiro? Beleza? Não, ele teve FÉ…

Por isso que acreditar em si mesmo deve ser um exercício diário, exatamente como escovar os dentes, tomar banho, comer. Deve fazer parte de nós mesmos, mesmo diante das situações mais desfavoráveis, mesmo diante dos pessimistas, que muitas vezes são pessoas próximas, que a gente ama. Devemos nos libertar da opinião alheia a respeito dos nossos desejos, porque se permitirmos, eles vão fazer a gente acreditar que não podemos.

Acredite de verdade! Liberte-se do pessimismo seu e dos outros! Confie na sua intuição e vai. Se o medo aparecer, não tem problema, vai com medo mesmo!

Featured image

Saudações! Namastê! Shalom!

Os chacras

Um assunto que me interessa muito, mas que ainda estou estudando a respeito, pois é um tanto complexo, é sobre os Chacras.

Encontrei essas imagens e resolvi compartilhar, pois mostram de forma simples onde eles se localizam.

Chacras, ou Chakra, são centros energéticos localizados no corpo, que distribuem a energia Prana, nutrindo órgãos e sistemas. A palavra chacra vêm do sânscrito e significa “roda” ou “círculo”. Existem basicamente sete chacras principais, ou maiores, formados no corpo etérico e que interagem com o resto da aura e do corpo físico.

Na filosofia indiana os chacras são simbolizados por flores de lótus, cada uma com m número de pétalas. Cada chacra está relacionado a uma cor, e são nesses centros de energia que age a Cromoterapia.

Featured image

Featured image

Aqui o nome e relação de cada chacra, juntamento com um mantra referente.

Featured image

Aqui uma Mandala dos Chacras, que achei muito linda e transmite uma sensação incrível, não é mesmo? Experimente ficar olhando para ela por alguns minutos, com o corpo e a mente relaxados, prestando atenção na respiração.

Depois feche os olhos e lembre de cada chacra, sentindo no seu próprio corpo um de cada vez. Sinta-os profundamente, até sentir uma espécie de calor ou formigamento no local. Isso vai ativar seu chacra, pelo menos neste momento. Com o tempo e muito treinamento, você pode decorar o mantra relacionado a cada chacra e o entoar durante essa meditação e o nível de sua cura será maior.

Meditar continuamente por vários dias ajuda a liberar bloqueios, mas somente uma ajuda de quem trabalha com o assunto, como terapias florais, cristais ou cromoterapia é que podem harmonizar e desbloquear seus centros energéticos de forma duradoura.

Featured image

Para saber mais sobre o assunto, segue dica de alguns livros:

  • MOTOYAMA, Hiroshi. Teoria dos chakras. São Paulo, Editora Cultrix
  • LEADBEATER C. W. Os Chakras, os centros magnéticos vitais do ser humano. SP, Ed. Pensamento, 1956 Google Livros Maio, 2011
  • WILLS, Pauline. Manual da cura pela cor: um programa completo de Cromoterapia. SP, Ed. Pensamento, 2002.

O relacionamento humano pode ser um inferno, ou pode ser um grande exercício espiritual

Incrível este texto do Universo Natural! Todos nós, se já não vivemos um relacionamento conturbado, pelo menos já o presenciamos em alguém conhecido e aqui mostra porque os relacionamento se tornam complicados.
Nós temos a tendência de ver no outro o que buscamos em nós, esquecendo que ali existe uma vida, uma personalidade, uma história de vida que nem sempre conhecemos bem. Se relacionar tem que ser uma via de mão dupla, um comprometimento com o juntos, mas o respeito pela individualidade e acima de tudo, o Ego tem que ficar de lado. Mata-se a vaidade e o ego, para dar lugar ao sentimento puro.
Exercício complicado, claro, mas ter consciência disso já é meio caminho andado, pois toda a vez que nosso ego tomar conta de nossos pensamentos, vamos começar a avaliar e evitar que ele nos controle. Vale a pena a leitura!

Os incentivadores

Em uma de minhas várias leituras místicas e espirituais, li os termos “metade anjo metade humano”, “anjos encarnados”, “anjos na Terra” e fiquei curiosa. Resolvi pesquisar mais a fundo, mas não encontrei muita coisa. Então comecei a refletir sobre isso. O que segue abaixo é MINHA reflexão sobre o assunto, aquilo que eu intuí que sejam essas pessoas-anjo. Se você quiser saber mais a respeito, achei este post bem interessante: Encontro ente anjos encarnados.

Você conhece alguém que adora ajudar e incentivar os outros, sem pedir nada em troca? Pessoas que transmitem uma sensação de paz e serenidade? Que se emocionam com facilidade? Que adoram dar presentes? Se sua resposta é sim, você provavelmente conhece um anjo-humano.

Essas pessoas reencFeatured imagearnaram justamente para este fim: ser um incentivador de talentos, um divulgador de pessoas, um protetor ou tutor de alguém. São pessoas altamente sensíveis, que entendem do lado espiritual da vida, portanto não sabem lidar muito com o lado material e físico. Provavelmente não trabalhem em coisas ditas “normais”, como empresas, fábricas, lojas… se trabalham, é por pouco tempo, pois se sentem presos nestes lugares. Eles também não se tornam pessoas famosas, pois seu objetivo é ajudar os outros a viverem melhor. São provavelmente terapeutas, psicólogos, artistas plásticos, artistas circenses, escritores, olheiros (pessoas que descobrem artistas, modelos, atletas), palestrantes. Sempre se emocionam com coisas bonitas, sempre se compadecem com tragédias, violência, acidentes. Ficam muito tristes e enraivecidos com maldades e injustiças.

Eles vivem sendo criticados, desde pequenos, pois são diferentes da maioria. Aliás, muito provavelmente, eles nascem em uma família de criticadores. Nem sempre conseguem adquirir riqueza e bens materiais, mas se os consegue é porque ajudou muitas pessoas ou ajudou alguém que acabou se tornando famoso. Não gostam de aparecer, não sofrem da chamada “síndrome dos 15min de fama”; não gostam de ficar se explicando o tempo todo; ficam tímidos quando recebem elogios e demonstrações de afeto em público, mas gostam de elogiar e demonstrar afeto a quem amam; não compreendem quando são criticados e desmotivados, mas não conseguem guardar rancor e mágoa por muito tempo, sempre acabam perdoando e reatando amizades; adoram sorrir e riem com facilidades; se emocionam com facilidade também; pensam muito antes de criticar, mas quando o fazem é com a intenção de melhorar a pessoa ou a situação e com certeza estão certos; sabem rezar muito bem, orações muito particulares e profundas e sempre incluem os outros em suas preces; têm facilidade de conversar com Anjos e com Deus.

Quando um ser desses se torna famoso, é porque fez um trabalho muito especial pela humanidade ou por alguém em especial, como por exemplo salvar alguém da morte, ou descobrir um grande talento em meio a pessoas simples e pobres.

O mundo pode estar cheio de críticos e desumanos, mas também possui uma boa quantidade de incentivadores e ajudantes, que são Trabalhadores de Luz, Anjos Humanos, Pessoas-Anjo, Anjos Encarnados. Vamos prestar a atenção a nossa volta e se conhecemos alguém assim, vamos agradecer, pois temos o privilégio de conviver com alguém que venho ao mundo para fazer o bem.

Saudações! Namastê! Shalom!

Invocação de Luz nas horas difíceis

Quando ocorre uma tragédia, como a que ocorreu hoje na França com a queda do avião com 150 pessoas, nós ficamos tentando entender porque essas coisas acontecem? Quando escutamos o relato de pessoas que escaparam do acidente porque trocaram o dia da viagem, começamos a pensar porque essa pessoa foi salva e as outras não, enfim… uma série de perguntas tomam conta de nossa mente e ficamos com uma sensação de impotência, falta de entendimento, tristeza.

Mas acredito que nestes momentos devemos fechar os olhos, respirar, meditar alguns minutos e fazer uma oração, não importa qual e à quem vamos invocar, oremos pelos que se foram e pelos familiares e amigos que sofrem neste momento. Devemos imaginar uma Luz nessa situação, que de alguma forma possa dar forças a quem sofre, a quem trabalha no resgate e identificação das vítimas, aos que trabalham para esclarecer o acidente e aos que se foram, para que suas almas sejam acolhidas pelo Criador.

Compreender ainda nos é muito difícil, aceitar mais ainda, mas pedir auxílio para os que precisam é simples e tem uma força muito especial, pois estamos dedicando nossa oração aos outros, que nem mesmo conhecemos, mas que precisam muito mais do que nós neste momento.

Featured image

Santos Anjos, invoco-os neste momento difícil

Para que derramem sua Luz e Força sobre os que sofrem

Amenizem o sofrimento e dai-lhes força para seguir

Intercedam junto ao Criador para acolher as almas que subiram

E para fortificar a Fé e o Amor dos que perderam seus entes.

Abençoem bombeiros, médicos, policiais, investigadores, funcionários das empresas envolvidas, que trabalham neste momento para ajudar na tragédia.

Acalmem nossos corações e mentes que não compreendem esse momento, mas que possamos nos abraçar na Fé

E dessa forma espalhar Luz ao mundo, neste momento difícil.

Que Assim Seja! Amém!

Amor à primeira vista

Sempre acreditei em amor à primeira vista. Mas sempre tive dúvidas com relação à se é Amor ou Paixão à primeira vista.

Primeiro vamos diferenciar um e outro (veja bem, essa é minha visão sobre o assunto):

  • Paixão: forte emoção causada por atração física, afinidades intelectuais, admiração, causando sensações como desejo, tesão, sentimento de posse, ciúme, saudade, “frio na barriga”, tremor, entre outros; pode durar pouco ou muito tempo, depende do relacionamento; pode ou não virar amor, bem como pode virar ódio.
  • Amor: nasce de uma admiração e afinidade mútua, onde se reconhece no outro tudo o que se busca em um(a) companheiro(a); pode nascer de uma paixão ou de uma amizade; dizem que vem com o tempo, traz paz e serenidade a quem sente e a quem recebe; nunca vira ódio, mas pode virar amizade quando acaba.
  • Alma-gêmea: seria o Amor verdadeiro, aquele que dura pra sempre e que nos ajuda a evoluir espiritualmente.

Dessa forma, acredito que ambos podem acontecer à primeira vista, tudo vai depender da evolução espiritual em que cada um se encontra. Nenhum é ruim, desde que não vire ódio e não cause mal ao outro. Mas acredito que todos deveríamos ter em mente que temos o direito de buscar amor de verdade, nossa alma-gêmea, mesmo entre as paixões passageiras. Mas com certeza, encontrar e reconhecer na hora nossa alma-gêmea é um dos maiores desejos do mundo, da maioria das pessoas pelo menos.

Por que estou refletindo sobre isso? Estou lendo, pela enésima vez, o livro O Alquimista*, do escritor Paulo Coelho, e quando cheguei na passagem abaixo, me emocionei enormemente, e fiquei pensando no assunto:

Finalmente surgiu uma moça que não estava vestida de negro. Trazia um cântaro no ombro, e a cabeça coberta com um véu, mas tinha o rosto descoberto. O rapaz aproximou-se para perguntar sobre o Alquimista.

Então foi como se o tempo parasse, e a Alma do Mundo surgisse com toda a força diante do rapaz. Quando ele olhou seus olhos negros, seus lábios indecisos entre um sorriso e o silêncio, ele entendeu a parte mais importante e mais sábia da Linguagem que o mundo falava, e que todas as pessoas da Terra eram capazes de entender em seus corações. E isto era chamado de Amor, uma coisa mais antiga que os homens e que o próprio deserto, e que no entanto ressurgia sempre com a mesma força onde quer que dois pares de olhos se cruzassem como se cruzaram aqueles dois pares de olhos diante de um poço. Os lábios finalmente resolveram dar um sorriso, e aquilo era um sinal, o sinal que ele esperou sem saber durante tanto tempo em sua vida (…).

Ali estava a pura linguagem do mundo, sem explicações, porque o Universo não precisava de explicações para continuar seu caminho no espaço sem fim. Tudo o que o rapaz entendia naquele momento era que estava diante da mulher de sua vida, e sem nenhuma necessidade de palavras, ela devia saber disso também. Tinha mais certeza disto do que qualquer coisa no mundo, mesmo que seus pais, e os pais de seus pais dissessem que era preciso namorar, noivar, conhecer a pessoa e ter dinheiro antes de se casar. Quem dizia isto talvez jamais tivesse conhecido a linguagem universal, porque quando se mergulha nela, é fácil entender que sempre existe no mundo uma pessoa que espera a outra, seja no meio de um deserto, seja no meio das grandes cidades. E quando essas pessoas se cruzam, e seus olhos se encontram, todo o passado e todo o futuro perde qualquer importância, e só existe aquele momento, e aquela certeza incrível de que todas as coisas debaixo do sol foram escritas pela mesma Mão. A Mão que desperta o Amor, e que fez uma alma gêmea para cada pessoa que trabalha, descansa e busca tesouros debaixo do sol. Porque sem isto não haveria qualquer sentido para os sonhos da raça humana.

É incrível como lemos várias vezes um mesmo livro, mas sempre encontramos novas mensagens, pois sempre o lemos em diferentes etapas de nossa vida, e sempre vamos ter novas percepções a respeito da história. Ultimamente tenho pensado muito em amor verdadeiro, pois acredito que chegou minha hora de o buscar, deixando para trás todas as paixões passageiras. Foram boas, sou grata por todas, mesmo as paixões que me magoaram no passado, pois serviram como experiência e aprendizado, mas agora me livrei de todas as mágoas, rancores e saudades, deixando o caminho aberto para o verdadeiro amor, não importa o tempo que leve para encontrá-lo. Ahhavah! Maktub!

Saudações! Namastê! Shalom!

Sou grata!

*COELHO, Paulo. O Alquimista. Editora Rocco, 1988. pgs. 117-118