A frequência de nossa vibração energética

Essa semana li um texto sobre a frequência da energia que emana de nós, através de palavras, pensamentos e sentimentos. Ali consta que existem provas de que é possível mudar o ambiente e as pessoas a nossa volta, através de nossa vibração energética.

Para provar essa teoria, há vários relatos e testes, como o Teste da Água de Masaru Emoto, onde ele fotografou moléculas de água congelada que eram submetidas a diversos pensamentos/sentimentos diferentes, como amor, gratidão, ódio. Há também os relatos do Dr. Braud que comprovou que é possível diminuir a mortalidade dos glóbulos vermelhos apenas com a intenção. (Veja aqui o vídeo de Masaru Emoto).

Além do relatos destes testes, há uma tabela com a escala de frequência de cada sentimento, chamada de Escala de Padrões e foi essa a parte que mais me interessou e resolvi compartilhar aqui:

Featured image

Essa escala nos ajuda a entender o quanto é importante mantermos bons sentimentos, pois nosso corpo e tudo a nossa volta é influenciado por nossa energia. Quando percebemos que estamos baixando nossa frequência energética, precisamos observar qual o pensamento que estamos tendo no momento, e qual o sentimento resultante desse pensamento, assim podemos mudar para um sentimento oposto, afim de “levantar” nossa vibração. Para mudar nossa frequência podemos buscar diversos meios: meditação, oração, Mantras, Mandalas, música, amigos, passeio, comida, filme, voluntariado, filantropia, novo emprego, novo relacionamento, novo desafio. Tudo vai depender de qual vibração queremos alcançar. No texto diz que as vibrações da Vergonha e da Culpa são as mais difíceis de mudar, porque são as mais baixas. E que entre Tristeza e Raiva, a da tristeza é a mais baixa. Não que tenhamos que sair por aí esmurrando caras e colocando o ódio pra fora, mas sentir raiva e tentar transformá-la em garra e força de vontade é mais fácil do que quando estamos muito tristes e magoados. Faz sentido! As frequências de Paz, Alegria e Amor são muito altas, portanto devemos buscar estes sentimentos dentro de nós o mais rápido possível! Não é a toa que se diz que “rir é o melhor remédio”!

E levando em consideração a questão da Lei da Atração, esses dados são muito importantes, pois vamos entender porque em determinado campo de nossa vida as coisas estão dando errado. Atraímos o que desejamos, certo? Mais ou menos. Na verdade atraímos mais do mesmo! Essa é a verdade, e dessa forma só desejar, só pensar não adianta. Tem que sentir. É o sentimento que vai atrair/criar o que se deseja.

Pretendo manter essa tabela sempre por perto e assim que perceber que algo em mim está errado, que estou baixando minha frequência, vou buscar mudar rapidamente, e visualizá-la acho que já é um grande feito, pois automaticamente vai me chamar a atenção para a questão e a busca pela mudança já meio caminho andado.

Saudações! Namastê! Shalom!

Veja o texto na íntegra no site Sábias Palavras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s